• Daher Center

DICIONÁRIO PAULISTANO

O blog A.contece SP traz 15 dicas do "Paulistanês". Confira!


Que o Brasil é repleto de várias línguas, expressões e gírias todo mundo sabe. A cada lugar visitado é um sotaque diferente e uma palavra nova a ser descoberta.


Na região do Nordeste o "Oxe" é uma interjeição de susto, dúvida ou indignação, dependendo do contexto e da entonação usada. Já na região Sul do Brasil a expressão "guri" significa menino ou jovem garoto. No Rio de Janeiro, lá as pessoas não ficam tristes ou chateadas e sim "boladas".


Dessa forma, viajantes de todas as regiões do nosso país ao chegarem na cidade de São Paulo podem se deparar com um vocabulário diferente - para alguns até estranho - vindo dos paulistanos ou expressões e jargões que causam certas dúvidas. Esse é o famoso "paulistanês".


Expressões como "meu"; "osso!"; "mano" são bastante comuns na boca de quem vive na capital paulista e o blog A.contece SP separou 15 dicas ou traduções desse dialeto bastante utilizado na maior cidade da América Latina:


1. MEU

Usada para chamar alguém, ou no começo e no final de qualquer frase. É o clássico do paulistano!


(Ex: "Ô loco, meu")



2. TÁ TIRANDO?

Um sinônimo para a expressão “tá de sacanagem?”. Usada para tirar satisfação de atitudes que não gostamos.


(Ex: “Não acredito que você fez. Tá me tirando, né?”)



3. OSSO!

Algo que está muito difícil de acontecer ou uma situação ruim.


(Ex: "O trabalho tá osso!")


4. MANO

Funciona da mesma forma que o “meu”. Às vezes, se torna quase uma vírgula de tanto que usamos.


(Ex: “Maaano, você não sabe o que aconteceu!”)


5. MANJAR

O mesmo que entender ou saber.


(Ex: "Manja aquele bar novo do Centro?")



6. MIADO

Algo está ruim.


(Ex: "Esse bar na Paulista está miado")



7. ROLÊ

É o mesmo que uma festa, passeio, saída. Mas também pode ser usada para algo que dá muito trabalho.


(Ex: “Vamos dar um rolê no Centro?” ou “Nossa, rolê ir até a Zona Sul e voltar!”)



8. DOIS PALITOS

Algo que é feito rapidamente.


(Ex: “Espera aí dois palitos, que o café já vem.”)



9. EMBAÇADO

Uma situação complicada/difícil de resolver ou acontecer.


(Ex: “Tá embaçado de reunir todo mundo, hein?!”)



10. METER O LOUCO ou MIGUÉ

Inventar histórias, mentiras ou desculpas. Seja para evitar uma situação, seja para aumentar uma história.


(Ex: “Ela meteu o louco para poder não ir viajar”)



11. SUAVE/SUSSA

É usado para concordar com algo, dizer que está bem ou até mesmo recusar algo.


(Ex:“To suave de briga, podemos ficar bem?”)



12. RACHAR O BICO

Rir até passar mal.


(Ex: “Nossa meu, rachei o bico com o tombo do fulano!”)



13. PODE CRER

Usado quando concordamos com alguém. Ou nem tanto, mas para evitar a fadiga, encerramos a discussão.


(Ex: "Conhece o Farol Santander? - “Pode crer!”)



14. TROMBAR

Encontrar com alguém.


(Ex: "Me tromba na Rua 25 de Março?")



15. Busão

Ônibus. (Ex: "Pega o busão e desce na frente da Galeria do Rock”)




Curtiu a lista? Qual expressão você já escutou? Qual faltou e não pode ficar de fora?



Agora na sua próxima visita a cidade de São Paulo você já conhece as principais expressões dos paulistanos e principais palavras do vocabulário Paulistanês : )



#Paulistanês #DicionarioPaulista #CidadeDeSãoPaulo #SampaCity #DaherCenterHotel #HotelCentroSP #CentroDeSãoPaulo #GiriaPaulista #ManoDoCéu #Rolê #CentrodeSP #SP #zeroonze #Éssipê #Dialeto #Paulistano



 A.contece SP